(41) 3388.7800 - (43) 3306.7700
LinkedIn Facebook Twitter YouTube
 

> Alunos fazem visitas técnicas ao AR3000 e IPPUC

Práticas inovadoras em sustentabilidade vão além do nome do programa
Alunos fazem visitas técnicas ao AR3000 e IPPUC

A segunda turma do Programa Internacional de Práticas Inovadoras em Sustentabilidade fez duas visitas técnicas no dia 8 de agosto. Pela manhã, os alunos conheceram o AR3000, edifício modelo de sustentabilidade que tem certificação LEED (Leadership in Energy and Environmental Design), concebida ONG americana U.S. Green Building Council (USGBC), de acordo com os critérios de racionalização de recursos como energia e água acatados por uma edificação. No AR3000, os alunos tiverem o módulo Cidades Inteligentes sob o Prisma da Sustentabilidade e Inovação, com o professor Rui Sedor. “Acho muito enriquecedor quando temos aulas em lugares fora da Instituição, torna tudo mais interessante, é mais uma maneira de aprender na prática”, destacou o professor.

No período da tarde, os alunos visitaram o Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba. Lá tiveram duas palestras com os arquitetos e urbanistas do IPPUC, Rosane Amelia Santos Popp e Reginaldo Reinert, que contaram a história e planejamento da cidade. Entre os pontos de destaque das palestras estão as revisões periódicas do Plano Diretor que sempre buscam oferecer maior qualificação do centro urbano tradicional, uma cidade mais compacta, mais integrada socialmente com menores deslocamentos e o trabalho integrado de transporte público, estudos de uso do solo e sistema viário.

Reginaldo Reinert, presidente do IPPUC até janeiro deste ano, tem entre seus principais trabalhos a Linha Verde, a Capela Santa Maria e o projeto de revitalização do Passeio Público. Ele destacou como o Plano Agache teve importância para o desenvolvimento de Curitiba, “até hoje a cidade funciona ao redor de ruas como Visconde de Guarapuava, Sete de Setembro e Marechal Floriano Peixoto; incrementadas pelo Plano. O primeiro calçadão do Brasil, a Rua XV de novembro, que interliga as praças Osório e Santos Andrade é um marco para os curitibanos, assim como o Parque Barigui que também surgiu com o projeto”, apontou.

O terceiro palestrante do dia, foi Frederico Augusto Munhoz da Rocha Lacerda, da Agência Curitiba, que mostrou ideias de Smart Cities e apresentou o Vale do Pinhão, o Ecossistema de Inovação de Curitiba que está sendo implementando no bairro Rebouças com a intenção de fazê-lo uma referência em empreendedorismo concentrando pesquisadores, empreendedores e empresas com foco em desenvolver soluções inovadoras.

“As apresentações de hoje puderam fornecer aos alunos mais conhecimentos sobre os avanços em planejamento urbano de Curitiba, ideias de inovação e desenvolvimento econômico/social e tendências para uma cidade que proporcione mais qualidade de vida sustentável. Além de apresentar mais a nossa cidade aos alunos alemães”, explicou a coordenadora do programa, Fabiana Crivano. “Mas ainda temos dois dias de muito aprendizado!”, completou.

Professor Rui Sedor, no AR3000, ministrando aula do módulo Cidades Inteligentes sob o Prisma da Sustentabilidade e Inovação.

Arquiteta e Urbanista do IPPUC, Rosane Amelia Santos Popp, apresentou a cidade de Curitiba para os alemães.

Reginaldo Reinert, arquiteto do IPPUC, é responsável por diversos projetos em Curitiba.

 Frederico Augusto Munhoz da Rocha Lacerda, da Agência Curitiba falou sobre o Vale do Pinhão.

Voltar
Fale conosco Artigos Ex-alunos ISAE Business Sustentabilidade Ações internacionais