(41) 3388.7800 - (43) 3306.7700
LinkedIn Facebook Twitter YouTube
 

Últimas Vagas

Ainda restam vagas para os programas de MBA em Gestão Estratégica de Pessoas: Desenvolvimento Humano de Gestores e Gestão Financeira: Controladoria e Auditoria. Inscrições terminam em 21 de outubro.

MBA em Desenvolvimento Humano de Gestores explora amplamente os novos modelos de gestão com base em aspectos humanos, visa o autoconhecimento e o autodesenvolvimento, além de aprimorar sua forma de liderar equipes. O resultado é a formação de líderes capazes de gerenciar equipes de alta performance.

O curso, que terá duração de 20 meses, vai abordar, entre outros, temas como Apresentações em Público e Condução de Reuniões; Ética e Sustentabilidade; Modelagem Organizacional e Evolução dos Modelos Gerenciais; Comunicação Interpessoal, Liderança e Poder; Negociação e Administração de Conflitos; Filosofia & Sociologia para Gestores; Criatividade e Inovação; Teorias Comportamentais, Competências Emocionais e Motivação; Assertividade, Feedback e Solução de Conflitos; Psicodrama Organizacional; Delegação, Empowerment e Equipe; Programação Neurolinguística (PNL); e Fundamentos de Gerenciamento de Projetos.

Saiba mais sobre MBA em Desenvolvimento Humano de Gestores – https://goo.gl/wy2HJI

MBA em Gestão Financeira: Controladoria e Auditoria proporciona uma visão integrada dos processos financeiros de uma empresa, além de oferecer uma análise aprofundada das melhores práticas, adotadas pelas maiores corporações no Brasil e no mundo. O MBA é voltado para profissionais que precisam adquirir os conhecimentos necessários para o desempenho das novas funções da área de finanças, os capacitando para a elaboração de estratégias avançadas na gestão de recursos, aplicações financeiras, análises e planos de investimento.

O curso também terá duração de 20 meses e vai abordar, entre outros, temas como Auditoria das Demonstrações Financeiras; Gestão de Capital Giro; Contabilidade de Receitas, Contingências e Grupos Empresariais; Contabilidade de Ativos Relevantes; Contabilidade Financeira; Controladoria; Economia Empresarial; Finanças Corporativas; Gestão de Custos; Avaliação de Empresas; Matemática Financeira; Orçamento e Controle; Negociação e Administração de Conflitos; Gestão de Tributos; Governança Corporativa; Jogos de Negócios; Comunicação Interpessoal e Corporativa; e Sistema Financeiro Nacional.

Saiba mais sobre MBA em Gestão Financeira: Controladoria e Auditoria – https://goo.gl/nZNAjp

Serviço:
MBA em Desenvolvimento Humano de Gestores e MBA em Gestão Financeira: Controladoria e Auditoria
Inscrições:  até 21 de outubro
Local: sede do ISAE  – Avenida Visconde de Guarapuava – nº 2943, em Curitiba
Período: sextas, sábados e domingos
Informações: (41) 3388-7800.

 

Como ser um bom líder para minha equipe?

A liderança ainda é um dos problemas das equipes nas organizações. Muitos pelo perfil, outros por não ter a expertise necessária na função. Com o líder não conseguindo exercer a sua função com excelência, a equipe acaba sendo prejudicada nas entregas e processos da área.

Segundo o especialista em liderança, Silvio Costa, o líder tem três características principais: atenção ao negócio, atenção às pessoas e planejamento de estratégias.  No primeiro tópico, o líder deve ter a capacidade de compreender os seus clientes e os objetivos corporativos, tanto quantitativos, quanto qualitativos. Já no segundo, o profissional precisa dar feedback de maneira estruturada e constante, organizando a sua equipe, visando maximizar os seus pontos fortes, estimular o trabalho em equipe, minimizando os pontos frágeis individuais a serem desenvolvidos e montando um plano de ação para eliminar os gaps de conhecimento, habilidades e atitudes. Além de estar atento com a satisfação de seus liderados, com sua conduta. No terceiro ponto, é preciso montar um plano de ação para atender os seus clientes, objetivando sua satisfação e atingir estes objetivos, considerando os recursos à sua disposição.

Luiz Carlos é líder de equipe em sua empresa de logística. O profissional foi colocado na função pelo seu bom trabalho e também o bom relacionamento que tinha com a equipe. “Sempre busquei ter um bom relacionamento como todos os meus colegas, acho que isso faz a diferença em um líder”, coloca. No começo, houve dificuldades que travaram um pouco o processo, mas foi superado com o apoio de outros gestores.

Para uma equipe se destacar é preciso que todos se unam e passem confiança e credibilidade um para os outros. Também é necessário ter o desejo de evoluir constantemente. “Sob este aspecto, devemos considerar que parte importante do bom trabalho desenvolvido por uma equipe deve-se ao fato dela simplesmente desejar fazer, já que o líder não poderá fazê-lo sozinho. A partir desta premissa, a equipe terá suas maiores chances de sucesso na medida em que, motivada pelo desejo de se destacar, conseguir tratar de maneira madura e pró-ativa os feedbacks recebidos de seu líder”, afirma Silvio Costa.

Silvio aponta que, por se tratar de pessoas, não há uma receita infalível a ser seguida. Porém, é preciso que alguns pontos sejam destacados, para que os líderes tenham uma alta performance. Confira abaixo as dicas do especialista:

  1. Ele próprio: conhecer seu estilo gerencial, personalidade, características, valores, crenças, conhecimentos, experiências profissionais e pessoais.
  2. Sua equipe de trabalho: saber avaliar seu nível de conhecimento (sobre seus clientes, produtos que vendem e sobre si), suas habilidades, suas atitudes, tempo de experiência na função de vendas e na empresa, e por fim, mas não menos importante, quais são seus objetivos pessoais e profissionais.
  3. Seus objetivos profissionais: conhecer as metas organizacionais a serem atingidas (o que precisa ser vendido, quantidade a ser vendida, o preço desejável e em quanto tempo precisa vender).
  4. Seus clientes:quem são, quantos são, onde estão, o que costumam comprar, como costumam comprar e quando costumam comprar.

A partir destas informações, o líder poderá montar o seu plano de ação gerencial com o objetivo de atingir as diversas metas envolvidas na gestão de uma equipe de alta performance. Um líder poderá considerar que obteve o melhor de sua equipe se:

– os objetivos organizacionais forem atingidos (metas quantitativas e qualitativas);

– os clientes considerarem que foram bem atendidos, quanto ao que desejavam, precisavam ou queriam comprar;

– os vendedores trabalharem usando seus conhecimentos, obtendo a maior quantidade possível de negócios num determinado espaço de tempo;

– for possível identificar os pontos fortes e a aqueles a serem desenvolvidos no comportamento das pessoas e nos seus processos de trabalho. Desta forma, terá sido possível incentivar as fortalezas e identificar os pontos que precisarão ser desenvolvidos. Desta forma todos saem ganhando.

 

O ISAE/FGV disponibiliza o MBA em Desenvolvimento Humano de Gestores em Curitiba. Acesse e confira.

Fale conosco Artigos Ex-alunos ISAE Business Sustentabilidade Ações internacionais