(41) 3388.7800 - (43) 3306.7700
LinkedIn Facebook Twitter YouTube
 

8.º Encontro Regional PRME LAC

De 8 a 11 de outubro ocorreu na Cetys Universidad, Campus Mexicali, o 8.º Encontro Regional do Princípios para a Educação Executiva Responsável, Capítulo América Latina e Caribe (PRME LAC). O tema central do evento foi “Transcendendo Fronteiras com Lideranças Socialmente Responsáveis”.

O ISAE Escola de Negócios foi representado por seu presidente, Dr. Norman Arruda Filho, e o supervisor de Sustentabilidade, Gustavo Loiola. “O objetivo do encontro foi desenvolver um programa acadêmico e socio cultural para gerar oportunidades de colaboração entre os membros em toda a América Latina e Caribe”, explica Norman.

Dr. Norman, que atua como co-chair do PRME LAC, recebeu o título de “PRME LAC Honorary Life Chair” como reconhecimento à sua trajetória na iniciativa. Além disso, ele ministrou a palestra magna “La transculturalidad como motor del logro de los ODS”, uma reflexão sobre a importância da transculturalidade na formação de executivos.

O PRME

O Princípios para a Educação Executiva Responsável (PRME) é uma iniciativa das Nações Unidas que surge com a missão de promover e inspirar uma nova forma de gestão responsável, pesquisa e pensamento de liderança global nos negócios. Conheça: https://www.prmelac.com/

Dirigentes de escolas de negócios se reúnem em Miami

Reitores, decanos e presidentes de Escola de Negócios de várias partes do mundo, membros do Cladea, estão reunidos na Flórida International University para o 1º Deans Workshop of Cladea. O objetivo do evento é debater as perspectivas da educação em gestão, a importância da acreditação internacional e os atuais desafios frente a transformação digital.

Por meio da fala de seu presidente, Dr. Norman Arruda Filho, o ISAE Escola de Negócios propôs a reflexão sobre como melhorar o impacto social das Escolas de Negócios. “No ISAE acreditamos que as escolas de negócios podem ser mais do que centros de aprendizagem técnica, podendo ensinar valores e contribuir de forma positiva com a sociedade. Isso acontece por meio de projetos transversais, parcerias com outros segmentos e principalmente na formação de líderes mais responsáveis e comprometidos com um propósito que vai além de aspirações pessoais”, declarou o presidente.

A apresentação seguiu com explicações sobre a Agenda 2030 da ONU e os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável. “Procurei leva-los a questionarem sua atuação e refletirem sobre seu legado emocional, que é um valor maior do que qualquer ganho financeiro, pois estão alinhados com o propósito de vida”, finaliza.

Chamada do CR3+ para submissão de artigos

Até o dia 30 de maio está aberta a submissão de artigos para a 7ª. Conferência do CR3+. O evento ocorrerá nos dias 24 e 25 de outubro, em Melbourn/Australia, na La Trobe University. Mais informações pelo site: https://goo.gl/GR3PjQ.

O CR3 + é uma iniciativa colaborativa de quatro escolas de negócios pertencentes ao PRME Champions Group: Audencia Business School (França), Hanken School of Economics (Finlândia), ISAE Escola de Negócios (Brasil) e La Trobe Business School (Austrália). As escolas trabalham juntas desde 2008, com o objetivo de trocar ideias, processos pedagógicos, currículos e pesquisas na área de responsabilidade corporativa.

Nesta semana, o coordenador de Relações Internacionais do ISAE, Gustavo Loiola, se reuniu durante o PRME Champions Meeting, em Joanesburgo/África do Sul, com representantes das outras escolas para alinharem as estratégias para a Conferência. O tema geral deste ano é “Usar o diálogo para construir parcerias para a sustentabilidade”. O evento explora como parcerias podem trazer soluções sustentáveis ​​enquanto diversos atores (tanto de iniciativas públicas, quanto privadas) trabalham juntos no progresso dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

No entanto, o modelo de parceria pode ser problemático, com questões que surgem como cooptação e abuso de poder. As diferenças entre os atores também podem prolongar a jornada e dificultar a determinação da medida do sucesso. A chamada para submissão de artigos tem o objetivo de desenvolver um diálogo colaborativo e construtivo para ampliar redes e aprofundar a compreensão da responsabilidade corporativa. Os artigos podem ser enviados de acordo com os painéis:

Grupo de Escolas de Negócios de várias partes do mundo se reúne na África do Sul

Até o dia 8 de março, as escolas de negócios mais influentes na implementação da Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas (ONU), que integram o PRME Champions Group, estão reunidas no Gordon Institute of Business Science – University of Pretoria, em Joanesburgo/África do Sul, durante o PRME Champions Meeting. O ISAE está representado por seu coordenador de Relações Internacionais, Gustavo Loiola.

O primeiro dia contou com painéis sobre pobreza, equidade de gênero, gestão humanizada, negócios para paz, além de discussões sobre mudanças climáticas e meio-ambiente. Para finalizar, o grupo conheceu um case de sustentabilidade de uma vinícola, a influência das mudanças do clima no negócio e a responsabilidade corporativa do ramo. O decorrer da semana será composto por workshops e planejamento de ações para 2019.

Para a comunidade acadêmica do ISAE, o PRME Champions Meeting é um evento de muita importância: além das parcerias internacionais, ele fortalece a Instituição como player mundial na formação de lideranças globalmente responsáveis.

PRMEO PRME – Principles for Responsible Management Education é uma plataforma da Organização das Nações Unidas (ONU) com o objetivo de difundir os princípios para uma educação executiva responsável. Com quase 700 escolas de negócios credenciadas no mundo, o ISAE é a única escola de negócios brasileira integrante do Champions Group do PRME, isso quer dizer, o grupo das 38 escolas mais influentes do planeta.Uma organização que adere ao PRME manifesta a sua convicção de que as instituições acadêmicas, por meio da integração de valores universais no currículo e pesquisa, podem contribuir para um mercado global mais estável e inclusivo, ajudando a construir sociedades prósperas, sustentáveis e bem-sucedidas.

 

 

Conexão Cultural: evento promove o encontro de alunos estrangeiros

Com o objetivo de acolher ainda mais os alunos estrangeiros do ISAE Escola de Negócios, fazer com que eles se sintam confortáveis no Brasil e que possam aproveitar ao máximo essa experiência, o Núcleo de Ações Internacionais do ISAE, promoveu um evento no qual os alunos puderam se conhecer, trocar experiências e ainda comentar sobre o tema proposto: Corrupção na América Latina – panorama e impactos. O encontro aconteceu no dia 21 de fevereiro, no Nooma Hotel, em Curitiba.

“É muito interessante conhecer os pontos de vista dos nossos amigos colombianos, chilenos e peruanos sobre aspectos da América do Sul, além de entender como é a visão deles de nosso país. A discussão sobre corrupção está em alta em todos esses países e é preciso refletir e entender como mudar esse panorama. Todos têm seu papel para que haja uma melhora neste contexto”, observa Gustavo Loiola, supervisor da Assessoria da Presidência e Sustentabilidade do ISAE.

O evento, foi a oportunidade de Matteo Bachmann, estagiário do ISAE que veio da Alemanha e contribuiu por seis meses na área de Internacionalização, se despedir. “O tempo que fiquei aqui foi muito gratificante. Conheci a cidade de Curitiba, a cultura dos brasileiros e, principalmente, aprendi muito no ISAE. Questões sobre Sustentabilidade, Educação Continuada, ONU, Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, Formação de Líderes Globalmente Responsáveis foram as que mais me chamaram a atenção e que com certeza vou levar para a minha cidade, Eisenach, e continuar disseminando esse conhecimento”, conta Bachmann.

A troca entre brasileiros e estrangeiros é muito rica, pois possibilita a ampliação da visão cultural e até mesmo de questões maiores, como a própria corrupção em países latinos. “Temos que ter a consciência que esse tema não se refere apenas à políticos e juízes, que todos têm a responsabilidade de conscientização das boas práticas, de vigilância de governo e a difusão da informação pode contribuir para a prevenção e contenção dessa corrupção”, comenta Loiola.

Nesse pensamento, essas ações como esse evento, realizado pelo ISAE, são de extrema importância, visto que o Brasil caiu nove posições no Índice de Percepção da Corrupção, segundo o movimento de Transparência Internacional que realizou a pesquisa. Entre 180 países avaliados, o Brasil ocupa a 105º posição. [acesse a pesquisa]. “ O ISAE sempre estará preocupado em promover debates com o intuito de disseminar o desenvolvimento e integração de países do Mercosul”, afirma o supervisor da Assessoria da Presidência e Sustentabilidade do ISAE.

Gustavo Loiola e Matteo Bachmann, da área de Internacionalização do ISAE.