(41) 3388.7800 - (43) 3306.7700
LinkedIn Facebook Twitter YouTube
 

Integração Mestrado: esclarecimentos para a tomada de decisão

O evento Integração do Mestrado Profissional em Governança e Sustentabilidade tem como objetivo tirar dúvidas de interessados em ingressar, além de expor disciplinas, metodologias e temas tratados em sala de aula. O último aconteceu no dia 29 de novembro e contou com a participação de alguns possíveis alunos e com os professores Isabel Grimm, Ricardo Pimentel, Rodrigo Casagrande, Alexandra Arnold e André Alves.

A ex-aluna Yna Honda também participou do evento e compartilhou sua experiência. “Já alerto a todos que fazer mestrado não é fácil, exige uma dedicação imensa e você se sente desafiado o tempo todo. Mas agora, com as aulas concluídas, posso dizer que estou preparada para qualquer novo desafio. Percebi que sou capaz de ultrapassar os obstáculos e que sou muito mais forte do que pensava”, contou Honda.

O Mestrado do ISAE é Profissional, ou seja, é voltado para a capacitação de profissionais, nas diversas áreas do conhecimento, mediante o estudo de técnicas, processos, ou temáticas que atendam a alguma demanda do mercado de trabalho, segundo a CAPES. Por isso, não só pessoas voltadas para o mundo acadêmico são o foco do curso. “Proporcionamos uma flexibilidade grande para pessoas que têm suas agendas cheias e que trabalham em empresas. A possibilidade de estudar a noite auxilia muito nessa conciliação, para o profissional”, comentou a coordenadora do Mestrado, Isabel Grimm.

Mas o contrário também é possível, como contou o coordenador do ISAE e ex-aluno do Mestrado, André Alves. “Eu estava no mercado e resolvi fazer o Mestrado para aprofundar meus conhecimentos e reforçar meu currículo, vi que precisaria me dedicar bastante, então pedi minha demissão na empresa. Comecei a estudar mais e mais e a me apaixonar por esse universo. O ISAE me deu a oportunidade de lecionar para a Graduação, assim foi me envolvendo e hoje sou coordenador de Pós-Graduação e GBAs do ISAE”, relatou.

Essa interdisciplinaridade é muito presente no Programa, tanto entre os participantes, como no corpo docente que é formado por profissionais das mais diferentes áreas, o que enriquece a aprendizagem. O objetivo é sempre voltado para prover soluções de governança tendo como interface a perspectiva da sustentabilidade, para atuação em organizações e projetos em âmbito público e privado, por isso a interdisciplinaridade se torna relevante nesse contexto.

“Nas primeiras aulas reconheci que tinha pouquíssimos conhecimentos sobre Governança e Sustentabilidade e hoje percebo a importância desses temas em muitas áreas do mercado e da sociedade, entendendo como são significativas e devem ser destacadas nas organizações, independentemente do ramo em que elas atuam”, afirmou a ex-aluna Yna Honda.

 

 

Seminário debate sustentabilidade no tratamento de esgoto

Mais de 400 estudantes, pesquisadores e professores da área de saneamento de todo o país participaram do 1º Seminário Nacional sobre Estações Sustentáveis de Tratamento de Esgoto, realizado nos dias 7 e 8 de novembro, no Museu Oscar Niemeyer, em Curitiba.

Realizado pelo ISAE Escola de Negócios, Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia em Estações Sustentáveis de Tratamento de Esgoto (INCT ETEs Sustentáveis) e Sanepar, o seminário teve por objetivo promover um debate técnico-científico sobre o avanço na área de saneamento, com soluções sustentáveis, visando a melhoria do setor no Brasil.

Durante o evento, foram realizados painéis que abordaram gerenciamento do sistema de coleta e transporte de esgoto doméstico; controle das emissões gasosas e aproveitamento energético do biogás nas ETEs; valorização dos subprodutos sólidos do tratamento de esgoto (lodo e escuma); remoção de microcontaminantes, remoção e recuperação de nutrientes e produção de água para reuso; e gestão do saneamento, aspectos legais, institucionais e capacitação.

“Saneamento básico é o maior problema do século 21. Queremos fazer mais e fazer diferente para garantir acesso de todos à distribuição de água potável e a coleta e tratamento de esgoto. Esses fóruns de discussão visam a contribuir para chegarmos a isso”, disse a diretora de Meio Ambiente da Sanepar, Fabiana Campos, que representou o presidente da Sanepar, Ricardo Soavinski, na abertura do evento.

O gerente de Pesquisa e Inovação da Sanepar, Gustavo Possetti, que coordena o INCT ETEs Sustentáveis na Região Sul e é professor do Mestrado em Governança e Sustentabilidade do ISAE, explicou que o conceito de ETEs sustentáveis prevê uma nova forma de enxergar o esgoto, com a geração de valor a partir do aproveitamento de seus subprodutos: sólidos (lodo), líquido (efluente) e gasoso (gases gerados no processo de tratamento, como o metano).

O representante das Nações Unidas no programa ONU-Habitat para o Brasil e Cone Sul, Alain Grimard, destacou que ampliar e melhorar os serviços coleta e tratamento de esgoto é fundamental para a melhoria da qualidade de vida das populações. “Promover o saneamento, com a destinação adequada de resíduos, vem ao encontro dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentáveis, em especial o de número 11 que visa a tornar as cidades mais inclusivas, seguras e sustentáveis”, disse.

O presidente ISAE Escola de Negócios, Norman de Paula Arruda Filho, também comentou a importância de as companhias de saneamento se debruçarem em busca de soluções técnicas mais avançadas para o setor e destacou que o ISAE, sempre preocupado com questões de sustentabilidade, realiza diversas pesquisas nos temas mencionados com professores e alunos do Mestrado Profissional em Governança e Sustentabilidade do ISAE.

Com o evento, foi possível arrecadar mais de 250 quilos de alimentos não perecíveis para o Projeto Arca e Chácara Meninos de 4 Pinheiros. Além disso, os banners de sinalização do evento foram enviados para a Unilehu que os utiliza para capacitação profissional nas áreas de costura, estamparia e artesanato com esse material.

 

Escritor e alumni ISAE propicia tarde literária para as crianças do Caximba.

Rodrigo Titon, vice-presidente da ABRH-PR e mestre em Governança e Sustentabilidade pelo ISAE, junto ao diretor da Faculdade ISAE Brasil, Norman Neto, visitaram a Biblioteca Amigos do Caximba no sábado, dia 27.

Titon distribuiu exemplares de seu novo livro infantil, O Menino Hiper Ativo, publicado pela editora Inverso. Segundo Neto, a coordenadora da Biblioteca, Edilaine, encantou as crianças com a leitura da obra. “Há alguns meses o Perspectivação acolheu a Biblioteca Amigos do Caximba no Uaná Comunidade, desde então o que vimos foi uma grande evolução do local, não apenas pelo nosso apoio, mas porque, por meio de coberturas jornalísticas na mídia, Curitiba descobriu o Caximba e está solidária à comunidade”, esclarece Neto.

O Menino Hiper Ativo

De maneira lúdica, o livro traz a reflexão de como as crianças costumam repetir os comportamentos dos adultos, incluindo limitações e medos, bem como entender que as crianças vivem tempos completamente diferentes dos que hoje são adultos, vivendo em um momento de superestímulos e avanços tecnológicos. O Menino Hiper Ativo é um estímulo para o equilíbrio consigo mesmo, com a família e, também, para com toda a sociedade por meio da apresentação dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU ao longo da história. Os ODS abrangem 17 objetivos transformadores referentes aos desafios econômicos, sociais e ambientais mais prementes que o mundo enfrenta atualmente.

“Essa história tem um significado especial para mim, pois foi inspirada no meu filho Pedro. Espero que sirva de motivação para outros pais, encante e estimule as crianças”. Saiba mais: https://goo.gl/gytXUw

Este slideshow necessita de JavaScript.

Convidados do Mestrado ISAE mostram a importância da consciência da sustentabilidade

O Mestrado Profissional em Governança e Sustentabilidade do ISAE recebeu na tarde dessa quinta-feira (25) o coordenador de sustentabilidade da Klabin, Thiago Augusto Medeiros Pereira, e o ex-aluno do Mestrado ISAE, Devanir Simões de Oliveira, que atua como professor e consultor em sustentabilidade, para comentar suas experiências sobre os desafios da área na disciplina de Sustentabilidade nas Organizações ministrada pelo presidente do ISAE, Dr. Norman de Paula Arruda Filho.

Na ocasião foi comentado como a sustentabilidade é um fator estratégico para empresas e como cada vez mais está gerando valor, tomando uma dimensão maior na consciência da população. “A conscientização sobre a responsabilidade de cada pessoa em relação a sustentabilidade precisa ser enfatizada. Com essa oportunidade de compartilhar o conhecimento com esses convidados, permite uma amplitude de referências e enriquecimento da aprendizagem. Com isso, reforçamos o sentido de estarmos formando líderes globalmente responsáveis”, explanou Dr. Norman Arruda Filho.

Thiago Augusto Medeiros Pereira complementou utilizando como exemplo o trabalho da Klabin, empresa que produz madeira, papéis e cartões para embalagem, embalagens de papelão ondulado e sacos. “Os fundamentos de sustentabilidade são um dos nortes da empresa, assim como a busca por inovação para os produtos e processos, e por melhorias para a cadeia de valor. A Klabin assegura que as operações da companhia buscam constantemente a redução de impactos ambientais e atende as legislações previstas para o meio ambiente. Isso faz parte da sustentabilidade do próprio negócio”, afirmou.

Assim como o ISAE, a Klabin também observa os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Organização das Nações Unidas (ONU) como propósito e preconiza o desenvolvimento socioambiental nos locais onde atua. Pereira cita como exemplo o ODS 17, que em suas metas propõe parcerias para transferência de tecnologia em prol do desenvolvimento sustentável. “Adquirimos 12,5% da startup israelense Melodea Bio Based Solutions, pioneira na tecnologia de extração de celulose nanocristalina (CNC), produzida 100% a partir de fontes renováveis. O investimento fortalece a frente de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (P&D+I) da Klabin, que está focada na construção de soluções bioeconômicas, que visam ao uso responsável, eficiente e sustentável dos recursos naturais”, afirma.

Para Devanir devemos aprender a separar o que é urgente e o que é importante quando falamos em recuperar os prejuízos já causados e devemos, sobre tudo, ir em busca de conhecimento para definir a ação. “Essa consciência que o impacto causado terá consequências é preciso estar em todos. Qual é a sua responsabilidade? Temos que estar em constante busca de conhecimentos sobre o assunto”.

 

ALUMNI ISAE – CONVERSANDO COM O MESTRE

O Mestrado Profissional em Governança e Sustentabilidade do ISAE concentra estudos e publicações sobre as várias perspectivas que norteiam a governança, envolvendo aspectos da estrutura e gestão corporativa, pública e de redes, assim como, a pesquisa teórico-empírica sobre normas, regras e práticas de controladoria, contabilidade, gestão de conflitos, gestão de riscos, estratégia e processo decisório.

Tania Lopes, foi aluna do Mestrado e conta sua experiência que começou como coordenadora de Gestão de Pessoas do ISAE e hoje ocupa a Diretoria de Gestão Corporativa. Assista:

 

As inscrições para o Processo Seletivo do Mestrado Profissional em Governança e Sustentabilidade do ISAE para 2019 estão abertas. Clique aqui.

Fale conosco Artigos Ex-alunos ISAE Business Sustentabilidade Ações internacionais