(41) 3388.7800 - (43) 3306.7700
LinkedIn Facebook Twitter YouTube
 

Alunos ISAE se reúnem em prol de ação social

Alguns alunos da turma da Graduação de Processos Gerenciais, do ISAE, viajaram para Paranaguá-PR, no dia 28 de julho, para entregar doações de alimentos, cobertores, roupas, brinquedos e materiais escolares para as crianças que vivem em situação de vulnerabilidade no antigo lixão da cidade.

Além das doações, os alunos prepararam atividades para apresentar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), da ONU. No total são 17 objetivos que têm como finalidade o combate à pobreza e desigualdade socioeconômica, promoção de uma sociedade mais saudável e gestão adequada de recursos naturais. Conheça os ODS.

Essa iniciativa partiu do aluno Rafael Florentino, que fez um trabalho sobre ODS e percebeu que podia colocar em prática o que aprendeu. Ele entrou em contato com a Associação Casa Missionária, da Paranaguá, e assim foi possível combinar as ações com as crianças. “Eu fiquei muito animado com essa ideia principalmente quando mostrei para meus colegas de turma e vários se prontificaram em ajudar. Além disso, também pudemos ter ajuda de custo, com gasolina, pedágio e doações das empresas ISAE, Giacometti Imóveis, Trópico, Associação Dar a Mão e diversas pessoas que se propuseram a ajudar. Foi muito gratificante ver o envolvimento de tanta gente”, comenta Florentino.

As crianças que participaram dessa ação tinham de 4 a 10 anos e os alunos do ISAE trabalharam diversos temas, como higiene bucal, alimentação saudável e explicaram de maneira bem didática e divertida os ODS da ONU. “A ação foi maravilhosa, foi ótimo foi ver a sinceridade e transparência no sorriso de cada um, no abraço apertado, no afeto. O que mais me chamou atenção foi ver as crianças querendo trocar o brinquedo por material escolar”, acrescenta o realizador.

A ação despertou uma vontade maior nos alunos, por isso decidiram criar um projeto que se chamará Transforma Trip. “O objetivo é transformar e elevar a esperança das crianças a partir das ODS, e disseminar essas informações alinhando as organizações. A próxima ação acontecerá daqui três meses”, afirma Florentino. “É muito gratificante ver que simples ações fazem total diferença na vida das pessoas. Temos a intenção de continuar a mobilizar mais pessoas, para que os resultados sejam maiores”, complementa o aluno ISAE.

 

 

 

O alto custo do baixo desempenho

No dia 13 de setembro, Lucas Forlan estará no ISAE – Escola de Negócios, em Londrina, às 19h, para dar dicas de como melhorar os resultados dos negócios aplicando práticas de gestão de projetos. O evento é realizado pelo ISAE em parceria com o PMI – Paraná Chapter. As inscrições são gratuitas e as vagas limitadas. Inscreva-se: https://goo.gl/KUKgG5

Segundo o especialista, com resultados de projetos cada vez piores, tendências de turbulência global e uma economia incerta, está na hora de reforçar a conversa em torno do gerenciamento de projetos como práticas fundamentais para melhorar os resultados tanto de projetos como de negócios. “Pesquisas recentes do PMI (Project Management Institute) mostram que, em relação a 2015, menos projetos estão sendo concluídos dentro do orçamento ou atingindo objetivos originais e a finalidade dos negócios. Na verdade, mais projetos estão fracassando e criando perdas monetárias significativas para as suas organizações. As razões são complexas”.

O Palestrante

Lucas Forlan é especialista em MS Project certificado pela Microsoft®, Certificado CAPM® pelo PMI® e em Lean Six Sigma pela RL & Associados (SP). Praticante de Gerenciamento de Projetos a 9 anos, é voluntário do PMI Paraná ocupando o cargo de Diretor Administrativo-Financeiro do Chapter na gestão 2017-2019. Possui experiência em Negociação com 3 anos na área de Compras de multinacional da área de embalagens (utilizando Strategic Sourcing) e 9 anos em Vendas (utilizando SPIN Selling). Sua formação é nas áreas de Engenharia Química (UEM) e Gestão Comercial (Uninter).

Serviço:
Palestra O Alto Custo do Baixo Desempenho por Lucas Forlan
Data:: 13/09/2017
Horário:19h
Local: ISAE – Escola de Negócios: Av. Tiradentes, 501 – Jardim Shangri-lá A, Londrina.
Inscreva-se!

Do mestrado à graduação

Os alunos da graduação tecnológica em Processos Gerenciais da Faculdade ISAE Brasil tiveram uma experiência diferente no final do primeiro semestre: assistiram uma aula ministrada pelos mestrandos do Mestrado Profissional em Governança e Sustentabilidade do ISAE.

Três grupos de mestrandos apresentaram suas visões e técnicas de como estruturar uma Matriz de Sustentabilidade empresarial, que tem o objetivo de diagnosticar o nível de maturidade das empresas em relação à implementação da sustentabilidade.

A ideia de integrar alunos do mestrado aos da graduação foi contribuir com o entendimento dos que ainda estão começando a discutir o tema em sala de aula. “Foi muito além, foi realmente uma troca de experiência. Foi importante sermos um instrumento de crescimento do conhecimento dos alunos da graduação”, afirma o mestrando Sergio Tenório.

Já para Yna Barbosa Honda foi uma oportunidade de adaptar a linguagem acadêmica. “Criamos uma conexão, pois temos uma visão aprofundada do assunto, mas não tínhamos como mensurar as expectativas dos alunos. Essa troca foi inspiradora, sair um pouco do mundo da pesquisa, apresentar nossas conclusões e ouvir questionamentos tão relevantes de um público que está iniciando os estudos sobre Sustentabilidade”.

Participaram das apresentações os alunos do Mestrado em Governança e Sustentabilidade do ISAE:

Cristiana Aparecida Loyola Duarte; Jaqueline de Oliveira Salles Gonçalves; Nádia Mara Franz; Nilcéia Perez Ribeiro; Sergio Tenorio dos Santos; Vandre Dall Agnol; Yna Barbosa Honda e Sousa.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Resultado da 1ª fase do Prêmio Ozires Silva de Empreendedorismo Sustentável

O ISAE – Escola de Negócios e o Grupo Paranaense de Comunicação (GRPCOM), divulgam a lista de projetos classificados para 2ª fase da 10ª edição do Prêmio Ozires Silva de Empreendedorismo Sustentável.

O Prêmio reconhece os melhores projetos nas áreas de empreendedorismo e sustentabilidade, que contribuam para o desenvolvimento da sociedade. Os projetos são divididos em quatro categorias e seis modalidades.

Os projetos selecionados serão submetidos a uma banca avaliadora nos dias 26 e 27 de janeiro de 2017, conforme regulamento. A cerimônia de premiação ocorrerá no dia 08 de fevereiro, às 19h30, no Espaço Nova Curitiba – Gastronomia e Eventos (R. Paulo Gorski, 510 – Mossunguê, Curitiba/PR).

 

Confira:

Categoria Empreendedorismo Social:

 

Categoria Empreendedorismo na Educação:

 

Categoria Empreendedorismo Econômico:

 

Categoria Empreendedorismo Social:

 

Programa Uaná Refugiados

O Programa ISAE Uaná Refugiados, realizou na tarde de ontem (19), o módulo “Desenvolvimento Profissional”, com a professora Fabiana Schneider – “É a oportunidade de apresentarmos o cenário econômica atual, darmos dicas de networking – já que eles terão que construí-lo a partir do zero – e auxiliarmos em seus projetos e reinserção ao mercado de trabalho, aproveitando a expertise que trouxeram de seus países”.

“Pretendo utilizar o conhecimento adquirido para retornar ao meu país e empreender. Buscar mecanismos para melhorar a qualidade de vida da minha comunidade”, é o que relata Atilio David Furtado Botelho, que emigrou de Angola, país da costa ocidental da África.

O  programa

O Programa ISAE Uaná Refugiados é realizado em parceria com a Lynion – Escola de Integração. Dividido em cinco módulos, visa oferecer capacitação para imigrantes e refugiados. “Queremos oferecer uma oportunidade de recomeço, formando líderes que compartilhem seus conhecimentos e contribuam com o fortalecimento da economia local”, afirma Gustavo Loiola, coordenador do projeto no Instituto.

Cada módulo vai abordar um tema pertinente a capacitação e inclusão social e econômica dos participantes, tais como: desenvolvimento pessoal e profissional, empreendedorismo, liderança e mercado de trabalho, tendo como foco principal o esclarecimento em relação aos direitos e obrigações trabalhistas de acordo com a legislação brasileira. Ao fim do programa, professores e alunos do ISAE irão realizar um coaching para acompanhamento e aconselhamento profissional dos participantes. “O processo de coaching é uma forma de auxiliar na autopercepção e no autoconhecimento dos participantes, para que eles possam se ajustar e prosperar nessa nova realidade que estão inseridos”, explica Rebecca Giese, coordenadora do Perspectivação.

Estão no programa imigrantes refugiados da Angola, Haiti, Guiné-Bissau e Síria. Os próximos encontros serão realizados até o final do ano.

Conhece algum imigrante ou refugiado que precisa deste impulso na carreira. Entre em contato pelo e-mail: contato@projetolinyon.com.br e indique esta pessoa para participar.

 

Fale conosco Artigos Ex-alunos ISAE Business Sustentabilidade Ações internacionais