(41) 3388.7800 - (43) 3306.7700
LinkedIn Facebook Twitter YouTube
 

13º Prêmio Ozires Silva: inscrições abertas!

Já estão abertas as inscrições para a 13ª edição do Prêmio Ozires Silva de Empreendedorismo Sustentável, premiação nacional que reconhece ideias que colaboram para que a sociedade fique atenta a ações mais conscientes, sustentáveis e, consequentemente, para que as pessoas vivam em um mundo melhor. Ao longo de sua história, o evento, uma iniciativa do ISAE Escola de Negócios, contabiliza mais de 1.000 projetos inscritos e, aproximadamente, 200 vencedores, oriundos de todos os cantos do Brasil.

Em sua 13ª edição, a premiação terá como tema “Ozires Silva”, seu grande inspirador. O Prêmio Ozires Silva 2020 será dividido em três categorias (Empreendedorismo social, Empreendedorismo ambiental, Empreendedorismo econômico e Empreendedorismo educacional) com subdivisões em três diferentes modalidades: Empresa (pequeno, médio, grande porte), Estudante e Pessoa Física. Após a inscrição, os trabalhos serão analisados por uma comissão julgadora formada por profissionais de destaque no segmento e atuantes no mercado nacional.

“O Prêmio Ozires Silva de Empreendedorismo Sustentável surgiu como uma forma de celebrarmos e destacarmos no cenário nacional projetos que contribuem de alguma forma para o desenvolvimento sustentável do planeta. Durante mais de uma década, temos nos surpreendido positivamente com a capacidade de inovação de centenas de brasileiros que pensam e trabalham diariamente por um mundo melhor”, comenta o idealizador do prêmio e presidente do ISAE, Dr. Norman de Paula Arruda Filho.

SOBRE OZIRES SILVA

Patrono, homenageado e agora tema do evento, Ozires Silva é oficial da Aeronáutica e Engenheiro formado pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA). Fundador e primeiro presidente da Embraer, foi o grande responsável por criar e desenvolver a indústria de aviação brasileira. Presidiu a Petrobras, onde atuou até 1989. Em 1990, assumiu o Ministério da Infraestrutura e, em 1991, retornou à Embraer.

Na sequência, Ozires Silva atuou como presidente da Varig e criou, em 2003, a Pele Nova Biotecnologia, focada em saúde humana cuja missão é a pesquisa, desenvolvimento e produção de tecnologias inovadoras na área de regeneração e engenharia tecidual. Atualmente é reitor da Instituição São Judas Tadeu, campus Unimonte, em Santos (SP).

As inscrições podem ser feitas pelo site oficial do prêmio até o dia 19 de novembro. A cerimônia de entrega do prêmio será realizada no dia 13 de fevereiro de 2020, em Curitiba.

MANIFESTO DA 13ª EDIÇÃO

Ozires tinha o sonho de voar e, por isso, concedeu asas aos seus ideais.
Aos projetos e, também, mais tarde, às pessoas.
A paixão e curiosidade intrínsecos pela aviação o impulsionaram a levantar voo.
Movido por curiosidade, uniu conhecimento, ideias e pessoas como um ambiente de fuselagem.
Desfrutou da sua veia empreendedora como combustível de decolagem.
Pai da indústria aeronáutica brasileira, Ozires, enquanto o Brasil ainda importava bicicletas, desenvolveu maneiras de construir aviões.
E assim o fez: concretizou com o nome de Embraer o que hoje é uma das maiores organizações aeroespaciais do mundo.

“Os seres humanos são produtos do meio onde vivemos.

Assim como aviões, maravilhosas invenções, impulsionadas pelo entusiasmo.”

(Ozires Silva)

Pós-graduação Online em Gestão do Meio Ambiente e Sustentabilidade

A pós-graduação online  (PGO) em Gestão do Meio Ambiente e Sustentabilidade é a oportunidade para desenvolver a visão estratégica dos executivos, além de reforçar  o conjunto de competências técnicas fundamentais para a formação de líderes. O curso aprofunda, também, o conhecimento específico em gestão ambiental e sustentabilidade, visando atender à crescente demanda por profissionais especializados em sustentabilidade econômica, ambiental e social, para os setores privado e público.

Compreensão analítica de questões ambientais

O curso de Gestão do Meio Ambiente e Sustentabilidade oferece, ainda, ferramentas para a compreensão e análise das questões ambientais e sua relação com as questões econômicas, tecnológicas e sociais do desenvolvimento sustentável, que permitem transformar os desafios e restrições ambientais em oportunidades de negócios.

Pelo aspecto prático, o modelo de PGO da Fundação Getulio Vargas (FGV) não solicita presença frequente dos alunos nos polos, para os eventos de avaliação. Há apenas uma avaliação presencial obrigatória no encerramento do programa.

Garanta sua vaga no curso!

Realize sua inscrição no curso de pós-graduação online em Gestão do Meio Ambiente e Sustentabilidade agora mesmo! Basta acessar este link!

3 projetos inovadores de cooperativas contra o impacto ambiental

Fonte da imagem: Unimed Curitiba

O dia 5 de junho, comemorado como o Dia Mundial do Meio Ambiente, traz consigo uma grande discussão sobre prevenção e recuperação do impacto ambiental que causamos ao planeta terra. O ISAE defende a sustentabilidade como um de seus mais valiosos pilares e está constantemente preocupado com a propagação de boas ideias para melhorar o mundo em que vivemos.

Pensando nisso, coletamos relatos sobre as iniciativas inovadoras de conscientização adotadas por três grandes cooperativas do Paraná, trazidos por colaboradores que fazem parte do Programa de Inovação para o Cooperativismo Paranaense. As ações e projetos dessas cooperativas refletem um cuidado importantíssimo com as consequências dos processos de produção e merecem nossa admiração!

CAPAL E O MONITORAMENTO DE EMISSÕES ATMOSFÉRICAS

A cooperativa agroindustrial Capal, sediada em Arapoti-PR, criou o Programa de Monitoramento de Emissões Atmosféricas (PMEA) para controlar o impacto ambiental de suas atividades. Nos processos de beneficiamento de grãos e fabricação de ração, existe a emissão de material particulado e gases poluentes a partir da combustão de biomassa, que, sem cuidados especiais, podem resultar em impactos negativos na qualidade do ar e na saúde da população dos entornos do empreendimento.

O monitoramento é feito com base nos padrões definidos pelas Resoluções e Normas do Paraná e é realizado periodicamente, por meio de empresas terceirizadas que devem ser certificadas e aptas a fornecer relatórios precisos. Esta iniciativa permite identificar não conformidades com rapidez e proporcionar tempo hábil para adequações antes que se revertam em danos à qualidade do ar.

A Capal ainda trouxe uma ação pontual para comemorar o Dia do Meio Ambiente; duas crianças, filhas de colaboradores, foram as “mensageiras” encarregadas de entregar segmentos de flores ao pessoal da cooperativa no dia 5 de junho.

UNIMED LONDRINA E O PROJETO BOSQUE DA VIDA

O Bosque da Vida, projeto de conscientização ambiental da cooperativa de saúde Unimed Londrina, possui duas frentes: a doação de mudas de árvores frutíferas aos pais que levam seus filhos para fazer o “teste da orelhinha” na Clínica de Vacinas; e o plantio de mudas de árvores nativas para compensar a emissão de CO² das atividades da cooperativa, com base em um inventário elaborado com a Unimed Brasil que calcula a emissão de dióxido de carbono gerado e informa a quantidade a ser plantada.

Em parceria com a Clínica de Vacinação da cooperativa, a Universidade Estadual de Londrina, o Instituto Ambiental do Paraná, o Ecovillas do Lago e a ONG Mae, já foram plantadas mais de 10 mil árvores em locais de preservação ambiental de Londrina e entregues mais de 16 mil mudas em 11 anos de existência do Bosque da Vida.

LAR E A RECUPERAÇÃO DE NASCENTES

A Lar, cooperativa agroindustrial de Medianeira, também se preocupa com o seu impacto ambiental e atualmente aborda a conscientização como parte do processo natural de suas atividades. Desde a sua participação no programa regional Cultivando Água Boa, promovido pela Itaipu, a cooperativa criou o hábito de tratar, proteger e recuperar as nascentes de todas as áreas com potencial hídrico adquiridas. Além disso, a Lar também possui uma iniciativa de replantio de espécies de árvores nativas em algumas áreas destinadas à reservas de preservação.

Sabemos que a conscientização com o cuidado ao Meio Ambiente é um trabalho diário, construído através da cultura das organizações. Por isso, estamos orgulhosos de poder compartilhar iniciativas como as da Capal, Unimed Londrina e Lar e contribuir com a capacitação destes colaboradores. Parabéns!

ISAE torna-se membro da United Nations Academic Impact

Devido ao seu trabalho e desenvolvimento em prol dos ODS, o ISAE acaba de se tornar membro da United Nations Academic Impact (UNAI), programa da Divisão de Divulgação do Departamento de Comunicações Globais das Nações Unidas.

O programa já reúne mais de 1300 instituições acadêmicas e de pesquisa em mais de 130 países. Como iniciativa da Assembleia Geral das Nações Unidas, a UNAI alinha instituições de ensino superior com as Nações Unidas no apoio e contribuição, através de pesquisa e educação, para a realização dos objetivos e mandatos da Organização.

Ao se tornar signatário, o ISAE passa a integrar mais uma iniciativa de cultura compartilhada de responsabilidade social intelectual, em apoio aos dez princípios da UNAI na Educação:

  1. abordar as questões da pobreza;
  2. capacitação em sistemas de ensino superior em todo o mundo;
  3. gerar oportunidades educacionais para todas as pessoas, independentemente de gênero, raça, religião ou etnia;
  4. incentivar a cidadania global;
  5. oportunizar para que interessados adquiram habilidades e conhecimento necessário para o ingresso no ensino superior;
  6. compromisso com os direitos humanos, entre eles a liberdade de investigação, opinião e discurso;
  7. promover o diálogo e a compreensão intercultural para combater a intolerância;
  8. promover a paz e a resolução de conflitos;
  9. promover a sustentabilidade;
  10. comprometimento com os princípios inerentes à Carta das Nações Unidas.

Pacto Global das Universidades

Em 2018, o ISAE assinou a Declaração de Engajamento Global das Universidades com mais 100 universidades e associações de ensino superior de todo o mundo, com a Fundação Rockefeller e o Instituto das Nações Unidas para Formação e Pesquisa (UNITAR). Agora, após uma reunião na Itália, que ocorreu de 20 a 24 de maio, foi-se firmado o Pacto Global das Universidades.

O Pacto Global das Universidades é uma plataforma global de universidades e outras organizações de ensino superior comprometidas em trabalhar juntas e em parceria com as Nações Unidas (através da UNITAR) e outras organizações relevantes, em apoio aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), tanto local como globalmente, por meio de missões de educação, pesquisa e serviço.

Dia Mundial do Meio Ambiente merece um mês inteiro de ações para reflexão

O Dia Mundial do Meio Ambiente é celebrado hoje, dia 05 de junho, mas no ISAE Escola de Negócios durante todo o mês oportunizaremos momentos para reflexão. No dia 03/06, os colaboradores foram impactados com a primeira ação do mês: palestra com o professor do Programa de Mestrado Profissional em Governança e Sustentabilidade, Cleverson Andreoli, sobre a evolução da vida humana e a pegada ecológica do modo de vida e consumo atuais.

A campanha #qualasuapegada permeará a comunicação da instituição com dicas e informações para conscientização sobre o tema “poluição do ar”, lançado pela Organização das Nações Unidas para 2019.

 

Evento aberto

No dia 18 de junho, o ISAE a comunidade está convidada para a palestra “Meio Ambiente e Gestão, um bate-papo sobre Mindset Sustentável”. O evento ocorrerá a partir das 19h e as inscrições devem ser feitas pelo link: http://bit.ly/2EK1U2Q. O debate contará com a participação de:

Leopoldo Erthal é profissional da área de sustentabilidade corporativa, atuando há 12 anos em multinacionais na implementação e gestão de diretrizes para conformidade sócio ambiental. É Gerente Corporativo de Proteção Ambiental da BMW do Brasil, tendo atuado nas etapas de implantação e operação das duas unidades fabris, localizadas em Araquari-SC e Manaus-AM, bem como na implementação da estrutura de gestão e controle ambientais nas áreas de importação e pós vendas em solo nacional. É Auditor Corporativo, tendo atuado na verificação de requisitos de Sustentabilidade em países como Inglaterra, Índia, Estados Unidos e China. É casado com Carina Valeria Meggetto, com quem tem duas filhas, Isabela Meggetto Erthal (5) e Gabriela Meggetto Erthal (2).

 

Rômulo acumulou vasta experiência na área de consultoria jurídica ambiental. Ao longo dos anos, vem atuando também em contencioso ambiental estratégico perante tribunais estaduais e federais e Supremo Tribunal Federal. Esta experiência prática foi construída a partir da sólida formação acadêmica, com mestrado e doutorado nos EUA. É fundador do Brazilian-American Center for Law and Environment, um centro de pesquisa ligado à Pace University School of Law, em Nova Iorque, EUA. Atualmente, Rômulo está envolvido em complexos casos de negociação consensual de conflitos ambientais, representando grandes grupos nacionais e multinacionais. Atua na área de Direito Ambiental.