(41) 3388.7800 - (43) 3306.7700
LinkedIn Facebook Twitter YouTube
 

> Conexão Cultural: evento promove o encontro de alunos estrangeiros

ISAE procura promover a interação e networking de alunos
Conexão Cultural: evento promove o encontro de alunos estrangeiros

Com o objetivo de acolher ainda mais os alunos estrangeiros do ISAE Escola de Negócios, fazer com que eles se sintam confortáveis no Brasil e que possam aproveitar ao máximo essa experiência, o Núcleo de Ações Internacionais do ISAE, promoveu um evento no qual os alunos puderam se conhecer, trocar experiências e ainda comentar sobre o tema proposto: Corrupção na América Latina – panorama e impactos. O encontro aconteceu no dia 21 de fevereiro, no Nooma Hotel, em Curitiba.

“É muito interessante conhecer os pontos de vista dos nossos amigos colombianos, chilenos e peruanos sobre aspectos da América do Sul, além de entender como é a visão deles de nosso país. A discussão sobre corrupção está em alta em todos esses países e é preciso refletir e entender como mudar esse panorama. Todos têm seu papel para que haja uma melhora neste contexto”, observa Gustavo Loiola, supervisor da Assessoria da Presidência e Sustentabilidade do ISAE.

O evento, foi a oportunidade de Matteo Bachmann, estagiário do ISAE que veio da Alemanha e contribuiu por seis meses na área de Internacionalização, se despedir. “O tempo que fiquei aqui foi muito gratificante. Conheci a cidade de Curitiba, a cultura dos brasileiros e, principalmente, aprendi muito no ISAE. Questões sobre Sustentabilidade, Educação Continuada, ONU, Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, Formação de Líderes Globalmente Responsáveis foram as que mais me chamaram a atenção e que com certeza vou levar para a minha cidade, Eisenach, e continuar disseminando esse conhecimento”, conta Bachmann.

A troca entre brasileiros e estrangeiros é muito rica, pois possibilita a ampliação da visão cultural e até mesmo de questões maiores, como a própria corrupção em países latinos. “Temos que ter a consciência que esse tema não se refere apenas à políticos e juízes, que todos têm a responsabilidade de conscientização das boas práticas, de vigilância de governo e a difusão da informação pode contribuir para a prevenção e contenção dessa corrupção”, comenta Loiola.

Nesse pensamento, essas ações como esse evento, realizado pelo ISAE, são de extrema importância, visto que o Brasil caiu nove posições no Índice de Percepção da Corrupção, segundo o movimento de Transparência Internacional que realizou a pesquisa. Entre 180 países avaliados, o Brasil ocupa a 105º posição. [acesse a pesquisa]. “ O ISAE sempre estará preocupado em promover debates com o intuito de disseminar o desenvolvimento e integração de países do Mercosul”, afirma o supervisor da Assessoria da Presidência e Sustentabilidade do ISAE.

Gustavo Loiola e Matteo Bachmann, da área de Internacionalização do ISAE. 

Voltar