(41) 3388.7800 - (43) 3306.7700
LinkedIn Facebook Twitter YouTube
 

> 3 projetos inovadores de cooperativas contra o impacto ambiental

3 projetos inovadores de cooperativas contra o impacto ambiental

Fonte da imagem: Unimed Curitiba

O dia 5 de junho, comemorado como o Dia Mundial do Meio Ambiente, traz consigo uma grande discussão sobre prevenção e recuperação do impacto ambiental que causamos ao planeta terra. O ISAE defende a sustentabilidade como um de seus mais valiosos pilares e está constantemente preocupado com a propagação de boas ideias para melhorar o mundo em que vivemos.

Pensando nisso, coletamos relatos sobre as iniciativas inovadoras de conscientização adotadas por três grandes cooperativas do Paraná, trazidos por colaboradores que fazem parte do Programa de Inovação para o Cooperativismo Paranaense. As ações e projetos dessas cooperativas refletem um cuidado importantíssimo com as consequências dos processos de produção e merecem nossa admiração!

CAPAL E O MONITORAMENTO DE EMISSÕES ATMOSFÉRICAS

A cooperativa agroindustrial Capal, sediada em Arapoti-PR, criou o Programa de Monitoramento de Emissões Atmosféricas (PMEA) para controlar o impacto ambiental de suas atividades. Nos processos de beneficiamento de grãos e fabricação de ração, existe a emissão de material particulado e gases poluentes a partir da combustão de biomassa, que, sem cuidados especiais, podem resultar em impactos negativos na qualidade do ar e na saúde da população dos entornos do empreendimento.

O monitoramento é feito com base nos padrões definidos pelas Resoluções e Normas do Paraná e é realizado periodicamente, por meio de empresas terceirizadas que devem ser certificadas e aptas a fornecer relatórios precisos. Esta iniciativa permite identificar não conformidades com rapidez e proporcionar tempo hábil para adequações antes que se revertam em danos à qualidade do ar.

A Capal ainda trouxe uma ação pontual para comemorar o Dia do Meio Ambiente; duas crianças, filhas de colaboradores, foram as “mensageiras” encarregadas de entregar segmentos de flores ao pessoal da cooperativa no dia 5 de junho.

UNIMED LONDRINA E O PROJETO BOSQUE DA VIDA

O Bosque da Vida, projeto de conscientização ambiental da cooperativa de saúde Unimed Londrina, possui duas frentes: a doação de mudas de árvores frutíferas aos pais que levam seus filhos para fazer o “teste da orelhinha” na Clínica de Vacinas; e o plantio de mudas de árvores nativas para compensar a emissão de CO² das atividades da cooperativa, com base em um inventário elaborado com a Unimed Brasil que calcula a emissão de dióxido de carbono gerado e informa a quantidade a ser plantada.

Em parceria com a Clínica de Vacinação da cooperativa, a Universidade Estadual de Londrina, o Instituto Ambiental do Paraná, o Ecovillas do Lago e a ONG Mae, já foram plantadas mais de 10 mil árvores em locais de preservação ambiental de Londrina e entregues mais de 16 mil mudas em 11 anos de existência do Bosque da Vida.

LAR E A RECUPERAÇÃO DE NASCENTES

A Lar, cooperativa agroindustrial de Medianeira, também se preocupa com o seu impacto ambiental e atualmente aborda a conscientização como parte do processo natural de suas atividades. Desde a sua participação no programa regional Cultivando Água Boa, promovido pela Itaipu, a cooperativa criou o hábito de tratar, proteger e recuperar as nascentes de todas as áreas com potencial hídrico adquiridas. Além disso, a Lar também possui uma iniciativa de replantio de espécies de árvores nativas em algumas áreas destinadas à reservas de preservação.

Sabemos que a conscientização com o cuidado ao Meio Ambiente é um trabalho diário, construído através da cultura das organizações. Por isso, estamos orgulhosos de poder compartilhar iniciativas como as da Capal, Unimed Londrina e Lar e contribuir com a capacitação destes colaboradores. Parabéns!

Voltar