(41) 3388.7800 - (43) 3306.7700
LinkedIn Facebook Twitter YouTube
 

> Doctoralia é aprovada no Parque Tecnológico de Curitiba com consultoria de inovação do ISAE

O projeto aprovado contempla inovações de produto e foi orientado desde o início pelo professor do ISAE Hélio Gomes de Carvalho
Doctoralia é aprovada no Parque Tecnológico de Curitiba com consultoria de inovação do ISAE

A Doctoralia é a mais nova integrante do Curitiba Tecnoparque, programa da Agência Curitiba de fomento à tecnologia na capital do Paraná. A aprovação do projeto resulta em um incentivo fiscal às empresas participantes do programa, na forma da diminuição da alíquota do ISS de 5% para 2%.

Parte do grupo DocPlanner, a empresa é líder em saúde digital, com uma plataforma 100% online para agendamento e gerenciamento de consultas médicas. Desde a abertura de seu primeiro escritório no Brasil em 2017, justamente em Curitiba, a Doctoralia já atingiu a marca de mais de 600 mil profissionais de saúde disponíveis e 11 milhões de usuários únicos por mês.

As atividades da plataforma para pacientes são gratuitas e incluem: o agendamento rápido, simples e seguro de consultas com diferentes profissionais de saúde; o esclarecimento de dúvidas de forma anônima diretamente com especialistas e a possibilidade de avaliar o atendimento dos profissionais e utilizar as avaliações de outros pacientes como referência. Aos profissionais, clínicas e centros de saúde, a plataforma impulsiona a presença on-line facilitando o contato, além de auxiliar no gerenciamento de pacientes e na eficiência das consultas.

Para garantir a segurança da população e de seus clientes diante da pandemia do coronavírus, a Doctoralia adotou uma série de medidas, dentre elas, a implementação da Telemedicina. Com a ferramenta, as consultas, antes realizadas em locais de alta circulação de pessoas, serão feitas remotamente, promovendo a segurança do enfermo e da comunidade. A Doctoralia oferece esse recurso de maneira gratuita para as instituições do sistema público de saúde interessadas.

O projeto 

O propósito da Doctoralia sempre foi atingir o chamado “paciente 4.0” (aquele que está totalmente conectado e usa a internet para tudo) e, até então, a liderança conquistada no mercado já refletia isso. Mas ainda havia espaço para crescer – e o incentivo fiscal garantido pelo programa Curitiba Tecnoparque era o próximo passo para tornar estes novos sonhos em realidade.

Para isso, era necessário submeter um Projeto de Pesquisa e Inovação (PPI) à Agência Curitiba de Desenvolvimento detalhando a proposta da Doctoralia para utilizar a tecnologia para trazer benefícios à comunidade. 

Denis Gonzales, CFO da empresa, lembra que a Doctoralia já tem experiência em trabalhar com inovação há anos, mas que nunca tinham precisado estruturar um documento tão específico como o requerido pela Agência. “Traduzir o que nós queríamos fazer na linguagem que a Agência Curitiba pedia foi um processo bem diferente do que nós estávamos acostumados no dia-a-dia,” conta Denis. “Por isso, procuramos por um parceiro que nos auxiliasse desde o início, que soubesse o que estava fazendo e, em contato com pessoas do mercado, chegamos até o ISAE.”

Leia mais: Consultoria de inovação do ISAE leva a MadeiraMadeira ao Parque Tecnológico de Curitiba

Consultoria de inovação do ISAE

O responsável do ISAE por orientar a Doctoralia no seu PPI foi o professor Hélio Gomes de Carvalho, Assessor de Inovação e Tecnologias. Com vasta experiência como pesquisador, Hélio ajudou a equipe da Doctoralia a começar com o pé direito.

“O Hélio foi muito profissional e nos direcionou do jeito certo desde o começo,” elogia Denis. Segundo ele, a empresa queria construir sua proposta já no modelo sugerido para o programa Curitiba Tecnoparque, e não adaptar uma proposta pronta, por isso a orientação de Hélio foi crucial.

“Doctoralia 4.0: Saúde Digital e Inteligente”

Um dos pontos de contato encontrados entre o time da Doctoralia e o professor do ISAE foi justamente quanto ao conteúdo.

“As inovações propostas em nosso PPI são de produtos e de processos, muito além de desenvolvimento tecnológico. Produtos e processos são nossa maior proposta de valor para a comunidade. A Agência e o Comitê de Fomento Municipal que analisaram a proposta concordaram com nossa abordagem.” explica o CFO.

O PPI foi nomeado Doctoralia 4.0: Saúde Digital e Inteligente, e tem como objetivo acoplar novos atores na relação entre profissional de saúde e paciente. A adição de clínicas, hospitais e call-centers vai promover uma experiência muito mais completa para o usuário, bem como todos os stakeholders.

Além disso, a Doctoralia abriu seu código fonte para trazer novos desenvolvedores para o cenário, numa prática conhecida como open source. Também foi inserida a proposta de trabalhar com parcerias públicas, através de Big Data e Analytics, para aumentar ainda mais a contribuição social do projeto.

Planos para o futuro

Denis conta que o incentivo fiscal será 100% alocado para tornar todas as ações do PPI realidade. Algumas das etapas do projeto, inclusive, já estão mais aceleradas do que o previsto. A Central de Agendamentos Doctoralia, que deveria estar funcionando oficialmente em junho, já está no ar e tendo grande aceitação pelo público alvo (tanto profissionais de saúde como pacientes). “Isso se deve pois a grande maioria das consultas ainda são agendadas pelo telefone no Brasil e com esse projeto oferecemos uma opção segura e prática para auxiliar o paciente no trânsito entre o tradicional e o ambiente digital. Isso é parte do que fazemos em nosso dia a dia, que se resume em nossa missão de tornar o segmento da saúde mais humano.”

Voltar